Projeto Alimentação Escolar Saudável é apresentado à Prefeitura de Itaperuna

Em reunião com o secretário de agricultura, secretária de educação e representantes da Prefeitura de Itaperuna e Sebrae, o Planeta Orgânico apresentou o projeto Alimentação Escolar Saudável. O município de Itaperuna é pioneiro no Estado do Rio em alimentação saudável em escolas, incluindo as compras locais e produtos orgânicos como prioridade para as merendas.

As etapas da compra passam por processos planejados, conforme informações locais. Antes de chegar nas 52 unidades de ensino de Itaperuna, os produtos vindos da agricultura familiar passam pela triagem feita por uma equipe da Prefeitura. Semanalmente, as nutricionistas e supervisoras da Secretaria de Educação e um técnico da Secretaria de Agricultura selecionam, pesam e distribuem os alimentos que compõe a merenda escolar. A separação é feita na Central de Recebimento de Produtos da Agricultura Familiar, localizada na Secretaria de Agricultura (antigo Mercado do Produtor).

Tomate, cenoura, inhame, alface, couve, taioba, limão, beterraba, repolho e banana, somam cerca de 5 mil kg entregues todas as semanas para a Prefeitura. Os alimentos adquiridos junto aos produtores da região obedecem à Lei Federal, que determina que 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional da Alimentação Escolar (FNDE) para a merenda nas escolas brasileiras, devem ser destinados através da aquisição dos produtos da agricultura familiar.

Como etapa seguinte à reunião sobre Alimentação Escolar Saudável, será fornecido um cadastro para adesão, onde serão fornecidos dados para uma visita futura às escolas, uma vez que os critérios para alimentação escolar saudável tenham sido desenvolvidos no âmbito do projeto.

Parceria entre Secretarias é Fundamental

A Secretária de Educação de Itaperuna, Maria Aparecida Vargas, esclareceu que a parceria da Secretaria de Agricultura é fundamental para o sucesso deste trabalho.

– Os técnicos estão habilitados adequadamente para fazer a seleção dos alimentos e por manter contato com os agricultores. – diz a Secretária.

– O Programa da Agricultura Familiar tem duas vertentes importantes: fornece alimento saudável, contribuindo para o complemento da alimentação escolar e também colabora com os pequenos produtores rurais, motivando a economia do município. São produtos frescos, que não sofrem com o transporte e conseguem manter os nutrientes preservados – afirma o Secretário de Agricultura, Luiz Alberto Azevedo.

Fonte: Planeta Orgânico e Prefeitura de Itaperuna