Projeto Alimentação Escolar Saudável é apresentado a quatro municípios no Estado do Rio de Janeiro

artigomerendaCriado com o objetivo de promover e desenvolver a alimentação saudável nas merendas escolares, além de indicar critérios de qualidade no Estado do Rio de Janeiro, o Projeto Alimentação Escolar Saudável foi apresentado a representantes de Prefeituras de quatro municípios.

No mês de dezembro, ocorreram reuniões em Itaperuna, Três Rios e Paraíba do Sul. O Planeta Orgânico, realizador do Projeto junto com o Sebrae, apresentou o planejamento, incluindo o lançamento do Prêmio Alimentação Escolar Saudável durante o Green Rio 2015 no Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Em Paraíba do Sul, que em 2013 ganhou o prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar. Maria Beatriz foi recebida pela Coordenadora de Alimentação de Paraíba do Sul, Gabriela Melo, pela nutricionista Gabriela Durões de Souza e também por Francine de Carvalho e Roberta Oliveira, ambas da equipe de Alimentação do município. O entusiasmo da equipe em promover alimentação saudável nas escolas é um grande motivador para o projeto.

Em Três Rios, a secretária de educação de Três Rios, Carla Monnerat, e a subsecretária Adelaide de Carvalho, participaram do encontro acompanhadas pelo Gerente Regional do Sebrae, Jorge Pinho. Ambas demostraram grande interesse em participar do Projeto e desejam formalizar a adesão com a presença do Prefeito Vinicius Farah. Três Rios estará presente no Green Rio para falar sobre desenvolvimento local e regional.

Localizado no noroeste do Estado do Rio, o município de Itaperuna é um dos pioneiros em alimentação saudável em escolas, incluindo as compras locais e produtos orgânicos como prioridade para as merendas. Tomate, cenoura, inhame, alface, couve, taioba, limão, beterraba, repolho e banana, somam cerca de 5 mil kg entregues todas as semanas para a Prefeitura.

Os alimentos adquiridos com os produtores obedecem à Lei Federal, que determina que 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional da Alimentação Escolar (FNDE) para a merenda nas escolas brasileiras devem ser destinados através da aquisição pela agricultura familiar.

O município de Trajano de Moraes chegou ao projeto através da Coordenação da Região Serrana do Sebrae no Rio de Janeiro. A Secretária de Educação Rosseline faz um trabalho empreendedor na região, entre eles o projeto experimental “Rio Macabu em ação: história, conhecimento e vida”, que envolveu o monitoramento participativo da qualidade da água dos corpos hídricos fluminenses. Este trabalho foi realizado pela Secretaria de Agricultura RJ / Programa Rio Rural, com apoio de Emater-Rio e Pesagro-Rio.

Como etapa seguinte às reuniões sobre Alimentação Escolar Saudável, haverá a formalização da adesão, onde serão fornecidos dados para uma visita futura às escolas, uma vez que os critérios nutricionais tenham sido desenvolvidos no âmbito do projeto.